Você esqueceu como se logar?
Para o acesso do Educando, utilize o Número de Matrícula como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Para o acesso de Pai/Mãe/Responsável, utilize o CPF (sem pontos ou traços) como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Resgatar Senha

Você esqueceu como se logar?
Para o acesso do Educando, utilize o Número de Matrícula como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Para o acesso de Pai/Mãe/Responsável, utilize o CPF (sem pontos ou traços) como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Resgatar Senha

Notícias

Continue vendo em
seu dispositivo móvel:

Recomendações para as Instituições de Ensino em Relação À Pandemia de Influenza A (H1N1)

Recomendações para as Instituições de Ensino em Relação À Pandemia de Influenza A (H1N1) Nossa Senhora do Rosário

Orientações de Afastamento de Alunos que apresentem quadro gripal (Informe n° 2 - 25/07/09)

Prezados alunos, pais e responsáveis.
      As orientações que se seguem foram elaboradas no dia 22/07/2009 por pediatras especialistas em infectologia e saúde escolar da Sociedade Paranaense de Pediatria em conjunto com representante da Secretarias Municipais da Saúde de Curitiba. Estas recomendações baseiam-se na situação atual da gripe causada pelo vírus Influenza A (H1N1) em Curitiba, no Paraná.
      Como já se considera que o vírus da influenza A (H1N1) tem livre circulação no Brasil, as pessoas com sintomas sugestivos da doença devem ficar afastadas do contato com outras. No âmbito da escola, as medidas adotadas são:
- Como os sinais e sintomas da "nova gripe" são os mesmos da gripe sazonal, todos os alunos que apresentem síndrome gripal caracterizada por febre (acima de 38ºC), acompanhada de tosse ou dor de garganta, dor no corpo, fraqueza, obstrução nasal/coriza e sem outro diagnóstico que justifique o quadro, deverão ficar afastados da escola por um período mínimo de 7 dias do inicio dos sintomas. Caso ainda apresente sintomas após os 7 dias, o afastamento deve permanecer até que se completem 24 horas da resolução dos sintomas. Não deverão ser admitidos na escola alunos em prazo inferior ao determinado. Os pais deverão ser orientados que os alunos sintomáticos permaneçam no domicílio durante todo o período de afastamento, não devendo frequentar shoppings, cinemas, festas, etc. Alunos que apresentem os sintomas acima não deverão ser encaminhados para a escola e devem ser avaliados por médico. Alunos que desenvolvam os sintomas durante o período de aulas serão mantidos isolados dos outros alunos, se possível usando máscara cirúrgica descartável, até a chegada dos pais, que devem levá-lo para avaliação médica.
- A orientação de um eventual cancelamento de aulas será definido de acordo com o andamento da epidemia pelas secretarias da educação e saúde.
- Além desses cuidados específicos, é importante que sejam mantidas as seguintes medidas preventivas para reduzir a transmissão desse vírus e de outros microorganismos:
- Lavar as mãos com frequência, usando água e sabonete, principalmente depois de tossir ou espirrar. Em locais onde não há água e sabonete prontamente disponíveis, é também efetiva a fricção das mãos com álcool 70 (70° INPM-líquido, glicerinado ou gel).
- Ao tossir ou espirrar, deve-se cobrir o nariz e a boca com lenços descartáveis. Este lenço utilizado deve ser descartado. Caso não haja lenço ou toalha de papel prontamente disponíveis ao espirrar ou tossir, é preferível cobrir o nariz e a boca com a manga da camisa ("espirrar no cotovelo") do que fazê-lo com as mãos. por meio das quais os germes são facilmente transferidos para outras pessoas ou para o ambiente (telefone, maçanetas, etc.).
- Não compartilhar copos, canudos, toalhas, talheres, alimentos, protetores labiais ou batom. Não colocar os lábios no bico ejetor de água dos bebedouros.
- Evitar tocar os olhos, o nariz e a boca, pois o vírus influenza penetra e infecta o organismo pelas vias respiratórias.
- Manter os ambientes adequadamente ventilados.
- Reforçamos, nessa oportunidade, estas medidas preventivas e, para tanto, todas as instituições de ensino deverão se estruturar o quanto antes para implantar os cuidados recomendados. Isto inclui disponibilizar aos alunos o acesso fácil a pias providas de água corrente, sabonete líquido, toalhas descartáveis e lixeiras adequadas.
      Principalmente os Centros de Educação Infantil e as creches devem também reforçar a higienização frequente com álcool gel dos brinquedos de uso comum, maçanetas/trincos, mesinhas e/ou carteiras escolares.
      Estes cuidados são medidas preventivas muito importantes para reduzir a transmissão do vírus Influenza e de outros microorganismos.
      Sugerimos que estas recomendações sejam trabalhadas e enfatizadas com os alunos nas diversas ocasiões de convívio escolar.



Outras Notícias

Ver lista completa
 
Sistema Brasília
Mãe da Sta. Esperança
Colégio Passionista Rosário
Rua Do Rosário (R. Francisco Busato), 54 - Centro Colombo - PR
CEP 83414-240
  •   (41) 3656-3835
Delta Tech - Gerenciamento de Conteúdo